BLOG

Morte de leão no Zimbábue reacende debate sobre caça esportiva

30 de Julho de 2015

O leão de juba negra mais conhecido e muito fotografado do Zimbábue, carinhosamente chamado Cecil, saiu do seu santuário, em um parque nacional no Zimbábue, seguindo o cheiro de um lanche em potencial. No outro extremo, estava uma isca colocada por caçadores que queriam que sua presa atravessasse para um território desprotegido para que pudessem matá-lo.

Morte do leão Cecil, morte de leão na África

Os caçadores profissionais do Zimbábue e a Associação de Guias (ZPHGA) confirmaram em um comunicado oficial que Cecil foi morto fora do parque, em um safari em terras privadas. O caçador profissional era um membro ZPHGA e possuía a licença de caça, segundo a organização.

dentista que matou o leão Cecil

O autor da morte de Cecil foi identificado como Walter J. Palmer, um caçador americano conhecido por matar grande animais com arco e flecha e que agora está sendo procurado pelo governo do Zimbábue sob acusações de caça furtiva. Ele tinha as autorizações legais apropriadas e contratou guias profissionais. Há caçadores que pagam dezenas de milhares de dólares por licenças para matar animais protegidos por esporte e para troféus.

caça de animais na África

Legal ou não, a morte de Cecil, que era considerado um ícone da vida selvagem na área há anos, foi condenada tanto local quanto internacionalmente. Muitas pessoas tomaram a mídia on-line para expressar seu horror e denunciar a caça. Cecil estava usando um colarinho GPS, instalado por uma equipe de pesquisadores do Parque Nacional de Hwange.

A partir de 1999, iniciou-se um estudo ecológico com os leões africanos em Hwange, para medir o impacto da caça esportiva sobre a população de leões, dentro do parque. A pesquisa constatou que 34 dos 62 leões marcados morreram durante o período de estudo. Ao todo, 24 foram baleados por caçadores esportivos. Eles mataram 72% dos adultos do sexo masculino na área de estudo. Isto causou um declínio no número de machos adultos na população.

No caso de Cecil, ele estava em coalizão com outro leão macho chamado Jericho. Agora, como um único macho, será incapaz de defender os filhotes dos novos machos que podem vir a invadir o território. O infanticídio é o resultado mais provável de acontecer.

caça a leões na África

Um outro estudo mais recente sobre o comportamento da população de leões mostra que, após perturbações causadas pela caça esportiva, as populações de leões tendem a deixar o parque e encontrar com os humanos que habitam os  limites das zonas protegidas.

Milhares de pessoas assinaram uma petição, destinada ao presidente do Zimbábue, exigindo justiça para Cecil.

comoção mundial morte de leão Cecil, direitos dos animais

Fonte: Wildlife Conservation Research Unit at Oxford University




Confira também

  • Encontrado o 1º tubarão vegetariano

    LEIA MAIS
  • Centenas de ovos de pterossauros são encontrados na China

    LEIA MAIS
  • A prova de que dragões existem!

    LEIA MAIS
  • Orangotangos : nossos parentes que gostam de árvores

    LEIA MAIS
Total time: 187.38 ms (SQL time: 0.01 ms, overhead time: 75.23 ms), SQL(s): 15 (install mode) GZIPED
INVALID HTML
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing ALT in img tag: img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=254341104760439&ev=PageView&noscript=1"
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: /head came when /link was expected
CFP_HTMLTOOLS: End of file reached while waiting 9 end tags:Array ( [0] => html [1] => head [2] => meta [3] => link [4] => link [5] => link [6] => link [7] => link [8] => link )