BLOG

Edição genética por CRISPR/Cas9 é finalmente testada em humanos!

21 de Novembro de 2016

Ela já é a queridinha dos cientistas: a técnica molecular CRISPR/Cas9 foi desenvolvida em 2012 e desde então vem sendo utilizada nos mais variados ramos da ciência, desde experimentos a nível celular até a tentativa de cura de doenças em ratos de laboratório. Porém, recentemente, pesquisadores chineses deram um passo à frente e iniciaram testes clínicos para analisar a segurança e o potencial terapêutico da técnica em seres humanos adultos.

A CRISPR/Cas9 também é conhecida como a "tesoura genética". Isto porque a técnica consiste no corte, a nível molecular, de genes de interesse, retirando-os das células ou adicionando-os em outro organismo. Outras técnicas já vinham realizando esta função há anos, porém nenhuma com tamanha rapidez e eficiência como a CRISPR/Cas9.

No final de outubro deste ano, os pesquisadores da Universidade de Sichuan, na China, iniciaram os testes com seu primeiro voluntário – um paciente com uma forma agressiva de câncer de pulmão. Células do sistema imune do paciente foram removidas de amostras sanguíneas e modificadas através da técnica CRISPR/Cas9, que desabilitou um gene denominado PD-1. Em seguida as células modificadas foram reintroduzidas novamente no paciente.

A técnica promete facilitar a eliminação de tumores através de um aumento na taxa imunitária dos pacientes. Imagem: Nature.

O gene PD-1 é responsável por codificar proteínas responsáveis por reduzir a resposta imune, o que permite o crescimento das células tumorais. Sua desabilitação, portanto, resultaria em um sistema imune mais eficiente e, portanto, reduziria o crescimento tumoral, facilitando sua eliminação. A princípio, a técnica está sendo apenas testada quanto a sua segurança e apenas esta fase deve durar pelo menos 6 meses. Caso os pesquisadores considerem a técnica segura, os testes devem ser continuados para avaliação de sua real eficácia. Outros nove pacientes voluntários devem iniciar os testes clínicos em breve, podendo receber até quatro injeções com suas células imunes modificadas através da técnica CRISPR/Cas9.

Os pesquisadores estão esperançosos quanto a segurança e eficácia da técnica molecular e pretendem inicial até março do ano que vem novos testes com diferentes tipos de tumores. Pesquisadores americanos não pretendem ficar para trás na corrida da CRISPR/Cas9 e já afirmaram estarem se preparando para iniciar testes similares no próximo ano. Apesar de toda a confiança de médicos e pesquisadores, a técnica ainda é muito recente e demanda precaução, pois, apesar de rápida e aparentemente eficiente, a técnica CRISPR/Cas9 ainda é custosa e precisa ser desenvolvida de forma a ampliar sua eficácia.

Fonte: Nature.


 

Fiquem ligados, pois questões envolvendo Biotecnologia tem grandes chances de aparecer no seu vestibular! Confira abaixo uma questão que caiu na prova da UFSC de 2016.

A figura abaixo apresenta uma suposta conversa entre os personagens do desenho animado Pinky & Cérebro® sobre o uso de animais em pesquisas científicas.

Com base nos assuntos abordados no diálogo acima e sabendo que as respostas do personagem Cérebro têm fundamentação teórica, é CORRETO afirmar que:

01) indivíduos adultos possuem células-tronco multipotentes, como as células hematopoiéticas, com capacidade de diferenciação em alguns tipos de células.  

02) uma pesquisa que utiliza microssensores em abelhas da espécie Apis mellifera com o objetivo de avaliar o comportamento delas sob a influência de pesticidas e de eventos climáticos é regulamentada pela Lei 11.794, conhecida como Lei Arouca.  

04) animais transgênicos possuem, incorporados ao seu genoma, genes de outra espécie, porém esses animais são incapazes de transmitir o gene incorporado às gerações seguintes.

08) ao longo do desenvolvimento embrionário, ocorre um aumento no número de células diferenciadas; assim, por exemplo, as células na fase de mórula estão mais diferenciadas do que as células na fase de nêurula.   


Resposta: 01. [02] Incorreto: A lei Arouca aplica-se aos animais pertencentes ao subfilo Vertebrata. A abelha Apis mellifera pertence ao filo Arthropoda. [04] Incorreto: Os animais transgênicos são férteis e podem transmitir os genes exógenos que incorporaram para as próximas gerações. [08] Incorreto: As células da fase embrionária mórula estão menos diferenciadas do que as células na fase da nêurula. 

 

No Biologia Total temos diversas aulas de Biotecnologia! Se você já faz parte do Biologia Total, confira agora mesmo! Se você ainda não é um JubiAluno, torne-se um agora mesmo clicando aqui!




Confira também

  • Pesquisadores desenvolvem coração artificial de silicone

    LEIA MAIS
  • Através de ovários artificiais, ratas estéreis dão à luz

    LEIA MAIS
  • Pesquisadores eliminam o HIV em animais vivos

    LEIA MAIS
  • Cientistas desenvolvem útero artificial para bebês prematuros

    LEIA MAIS
Total time: 250.12 ms (SQL time: 0.02 ms, overhead time: 121.57 ms), SQL(s): 15 (install mode) GZIPED
INVALID HTML
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing ALT in img tag: img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=254341104760439&ev=PageView&noscript=1"
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: /head came when /link was expected
CFP_HTMLTOOLS: End of file reached while waiting 8 end tags:Array ( [0] => html [1] => head [2] => meta [3] => link [4] => link [5] => link [6] => link [7] => link )